quarta-feira, 18 de maio de 2011

O Pó nosso de cada dia

Nesses últimos dois ou três anos, foram diversas as apreensões de drogas nas mediações entre Tefé e Manacapuru. Pelo andar dos acontecimentos estamos no meio de uma região estratégica para os traficantes fazerem chegar suas drogas em outras regiões do mundo.

Sim que até mesmo as cidades do inteior do Brasil, e isso, por toda parte, são mercados abertos para as drogas e mesmo os consumidores mais pobres, já não se satisfazem só com a maconha, querem a cocaína. A cocaína é a droga do momento!

Em Coari, como nas outras cidades, a cocaína é cada vez mais consumida. Apesar de ser encontrada com facilidade, ela não é produzida no município. Como ela chega até nós e quem são os importadores? Eis a questão!

Em março a polícia estourou umas duas bocas de fumo na terra do gás e do petróleo, porém, os envolvidos nesse tipo de negócio estourado não são os que compram as drogas dos produtores ou dos grandes traficantes e que fazem ela chegar até a cidades. São os últimos, os que fazem a droga chegar até os usuários.

Infelizmente, hoje os traficantes zarpeam livremente no mundo das elites econômicas e além de gozarem dos bens adquiridos com o dinheiro arrecadado com os negócios das drogas; muitos deles não se preocupam em esconder e até esbanjar seus bens de consumo carissimos, principalmente carrões e casarões.

Por outro lado, se o negócio cresce, é sinal que aumentaram os consumidores, pois, essa é a lei de mercado, só se aumenta a oferta, se há aumento da procura. E é grande o número de jovens que são consumidores de cocaína em Coari, e em todas as classes sociais. Logo, a terra do gás e do petróleo é um mercado em ascensão para esse tipo de negócio!

E aqui a pergunta é para todos: onde estamos falhando?

Nenhum comentário: